BR-1920-01

A VISITA DO REI ALBERTO AO BRASIL

Em outubro de 1920, o rei da Bélgica Alberto I veio ao Brasil em visita oficial. A convite do presidente Arthur Bernardes, além de sua estada na capital federal, o rei foi a Minas Gerais.

Belo Horizonte mudou sua rotina para receber o monarca com todas as honras. O jardim da Praça da Liberdade foi remodelado, ganhando ares parisienses. O hino belga Brabançonne foi ensaiado com afinco nas escolas. Durante a passagem do rei, a cidade virou uma grande festa, com as ruas iluminadas e cheias até altas horas da noite. A comitiva real cumpriu um extenso programa de visitas a órgãos públicos, escolas e igrejas, assistiu a manobras da Força Pública, fez uma excursão a Lagoa Santa e passeios pela cidade.

A visita do rei à capital mineira não foi gratuita: Bernardes tinha o firme propósito de sensibilizá-lo, para que ele convencesse investidores europeus a direcionarem seus negócios também para o Brasil. De fato, apenas um ano depois, nasceu a associação entre o sonho dos brasileiros e o capital e a tecnologia belgo-luxemburgueses, com a constituição da Companhia Siderúrgica Belgo-Mineira, em 1921.

Fonte: Boletim Eletrônica Memória Belgo - 28 Abril 2004