Considerações sobre a série "bisneta"


Esta série, emitida entre os anos 1954-1961, pode ser colecionada e classificada de diversas formas. Não existem regras e o editor de um catálogo, album ou um colecionador pode escolher a forma que melhor lhe convém. Muitos colecionadores acabam se atendo aos  critérios definido pelo editor de seu abum de selos. O principal motivo é o fato de existirem muitas tonalidades diferentes de cores, resultado de falta de qualidade de controle na produção dos selos. Existem também variações devido ao tipo de fundo, filigrana e papel.

Exemplo de variação tonalidade no mesmo selo de Cr$ 0,20 - Osvaldo Cruz. No catálogo RHM de 1984 são indicadas quatro tonalidades: lilás, carmin-rosado, vinho-rosado, vinho. Abaixo as tonalidades lilás e vinho, respectivamente.













Alguns fatos:

(a) Esta série foi lançada com o edital nº 32-54 , publicado no Diário Oficial da União em 29 de Junho de 1954.  O referido edital define a série com selos de 16 valores faciais diferentes,  alusivos a seis vultos célebres da vida nacional, a saber: Almirante Tamandaré, Osvaldo Cruz, Joaquim Murtinho, Duque de Caxias, Rui Barbosa e José de Bonifácio. Folhas de 50 selos.


Almirante Tamandaré     Cr$ 0,02  - cor azul escuro
                                          Cr$ 0,05  - cor vermelho alaranjado
                                          Cr$ 0,10  - cor verde claro

Osvaldo Cruz                  Cr$ 0,20  - cor vermelho bordeaux
                                         Cr$ 0,30  - cor verde escuro
                                         Cr$ 0,40  - cor bistre acaju

Joaquim Murtinho         Cr$ 0,50  - cor violeta azulado
                                         Cr$ 0,60  - cor verde azulado
                                         Cr$ 0,90  - cor vermelho alaranjado

Duque de Caxias             Cr$ 1,00  - cor sépia
                                         Cr$ 1,50  - cor azul claro
                                         Cr$ 2,00  - cor verde escuro

Rui Barbosa                   Cr$ 5,00  - cor violeta avermelhado
                                        Cr$ 10,00  - cor verde claro

José Bonifácio                Cr$ 20,00  - cor vermelho
                                        Cr$ 50,00  - cor azul escuro

(b) Descrição dos selos no edital

Interrompida nos ângulos inferiores, uma linha unida contorna o motivo nos lados e na base superior do retângulo: nos ângulos superiores, num quadro branco, uma estrêla de cinco bicos de fundo unido; na margem superior, numa faixa de fundo
unido e em caracteres brancos, a palavra “BRASIL’'; na margem esquerda, em caracteres brancos, sôbre fundo unido, a palavra "CORREIO’’; na margem direita, em caracteres brancos sôbre fundo unido, os nomes dos personagens representados: preenchendo os claros dos ângulos inferiores do corte decorativo da faixa, dois travessões unidos; ao centro, as efígies dos personagens, interpretados a traço, em destaque do fundo linhado cruzado.


(c) O edital definiu que o papel seria  com a filigrana Brasil-estrela-Correio. Logo é razoável considerar como "variedade" qualquer selo com filigrana diferente.


(d) A data em que os selos entraram em circulação diferem e foram definidas/publicadas em novos editais no Diário Oficial da União, e sempre se referindo  ao edital inicial  nº 32-54.

Edital nº  36-54  publicado no Diário Oficial da União em 19 de Julho de 1954, colocando em circulação o valor facial de CR$ 0,30 ( alusivo a Osvaldo Cruz) e CR$ 0,60 (alusivo a Joaquim Murtinho).  Complementa ainda informando que os selos de valores faciais de CR$ 0,20 e CR$ 0,40 (alusivos a Osvaldo Cruz)  entraram em circulação em 02 de Julho de 1954.

Edital nº  41-54  publicado no Diário Oficial da União em 27 de Julho de 1954, colocando em circulação os valores faciais de CR$ 0,05 e CR$ 0,10 ( alusivos ao Almirante Tamandaré).

Edital nº  86-54  publicado no Diário Oficial da União em 24 de Dezembro de 1954, colocando em circulação o valor facial de CR$ 0,90 ( alusivo a Joaquim Murtinho).

Edital nº  17-56  publicado no Diário Oficial da União em 20 de Abril de 1956, colocando em circulação o valor facial de CR$ 2,00 ( alusivo a Duque de Caxias).

Edital nº  42-59  publicado no Diário Oficial da União em 22 de Setembro de 1959, colocando em circulação  o valor facial de CR$ 20,00 ( alusivo a José Bonifácio). Foha de 110 selos.

Edital nº  52-59  publicado no Diário Oficial da União em 12 de Outubro de 1959, colocando em circulação o valor facial de CR$ 50,00 ( alusivo a José Bonifácio). Folha de 110 selos.

Edital nº  14-60  publicado no Diário Oficial da União em 9 de Abril de 1960, colocando em circulação o valor facial de CR$ 10,00 ( alusivo a Rui Barbosa). Folha de 110 selos.


(e) Todos os selos circularam no período do Cruzeiro , não tendo portanto diferenças de denominação de moedas.

(f) Note que cada valor facial  está associado a somente uma personalidade da história, logo não existe um mesmo valor facial com duas personalidades diferentes. Por outro lado uma mesma personalidade tem mais de um valor facial diferente (cores diferentes).

(g) Existe uma quantidade enorme de variedades de deslocamento de picotes nesta série. Estas variedade são facilmente encontradas a preços baixos.


A série nos catálogos

Em minha opinião os vários catálogos colocam erroneamente o selo ordinário de Dom João VI como parte desta série. Este selo foi publicado no edital nº 23-59 de 8 de Junho de 1959. No edital não há qualquer referência que o selo é complemento da série original e não faz referência ao edital nº 32-54. O selo tem um desenho diferente dos demais da série , não se encaixando na descrição do edital original.


(a) Catálogo Shiffer 1966
Não publica foto do selo alusivo a Rui Barbosa e coloca erroneamente o selo ordinário de Dom João VI como parte da série. O autor menciona na página 46 desta edição as diferenças de fundo linhado versus xadrez.  Classifica os selos com numeração 489 a 516.


(b) Catálogo RHM 1984
O selo de Rui Barbosa aparece ilustrado mas manteve-se o selo de Dom João VI como parte da série. Explica o fundo xadrez como sendo efeito moiré e define fundo xadez grande e xadrez pequeno. Classifica os selos com numeração 489 a 518 (33 selos - pois classifica tres selos marmorizados) mas com um total de 78 selos , incluindo variações de tonalidade, filigrana e papel.


Tabela dos selos tipos , baseado no catálogo RHM 2008.

 RHM Y&T Scott CDD Facial Ano Motivo Filig. LI XP XG
 489 575 786  0,02 1954 AT    Q   X  
 490 576 787  0,05 1954 AT    Q   X  
 491 577 788  0,10 1954 AT    Q   X  
 492 578 789  0,20 1954 OC    Q   X  
 493 579 790  0,30 1954 OC    Q   X  
 494 580 791  0,40 1954 OC    Q   X  
 495 581 792  0,50 1954 JM    Q   X  
 496 582 793  0,60 1954 JM    Q   X  
 497 582a 794  0,90 1954 JM   Q   X  
 498 583 795  1,00 1954 DC    Q   X  
 499  796  1,50 1954 DC    Q   X  
 500 584a 797  2,00 1956 DC    Q   X  
 501    2,50 1959 DJ    Q     
 502 584b 798  5,00 1959 RB    Q   X 
 503  796a  1,50 1958 DC    P   X  
 504    0,20 1961 OC    Q     X
 505    1,00 1960 DC    Q    X 
 506    2,00 1964 DC    Q     X
 507    5,00 1961 RB    Q     X
 508 677a 799  10,00 1960 RB    Q   X  
 509    10,00 1964 RB    Q     X
 510 678 800  20,00 1959 JB    Q     X
 511 679 801  50,001959  JB    Q     X
 512    2,00 1961 DC    Q  X   
 512y    2,00 1961 DC    Q   X  
 513    5,00 1961 RB    Q     X
 513y    5,00 1961 RB    Q     X
 514    10,00 1961 RB    Q    X 
 514y    10,00 1961 RB    Q    X 
 515  930  1,00 1961 DC    O    X 
 516  931  2,00 1961 DC    O   X  
 517  932  5,00 1961 RB    O     X
 518  933  10,00 1961 RB    O    X 

Legendas:

AT: Almirante Tamandaré
OC: Osvaldo Cruz
JM: Joaquim Murtinho
DC: Duque de Caxias
RB: Rui Barbosa
JB: José Bonifácio
DJ: Dom João VI

LI: Fundo Linhado
XP: Fundo Xadrez Pequeno
XG: Fundo Xadrez Grande

Filigrana Q: Brasil-Estrela-Correios ( 5 mm)
Filigrana P:Brasil-Estrela-Correios ( 7 mm)
Filigrana O: CASA+MOEDA+BRASIL (6 mm)

Tabela para facilitar estudo de tipos de fundos:

AT: 0,02 (LI) - 0,05 (LI) - 0,10 (LI)
OC: 0,20 (LI) - 0,20 (XG) - 0,30 (LI) - 0,40 (LI)
JM: 0,50 (LI) - 0,60 (LI) - 0,90 (LI)
DC: 1,00 (LI) - 1,00 (XP) - 1,50 (LI) - 2,00 (LI) - 2,00 (XG)
RB: 5,00 (LI) - 5,00 (XG) - 10,00 (XP) - 10,00 (XG)
JB: 20,00 (XG) - 50,00 (XG)


(c) Catálogo Scott
Lista 16 selos tipo + Duque Caxias com filigrana maior + 4 com filigrana Casa+, logo um total de 21 selos. Indica porém que os selos de Cr$ 1,00 - Cr$2,00 - Cr$ 5,00 - Cr$10,00 tem fundo xadrez (patterned background). Não inclui o selo de Dom João VI na série.

(d) Catálogo Yvert
Desconsidera a existência de diferenças de fundo e filigrana. Faz uma certa confusão ao atribuir o mesmo número de catálogo (com um diferenciador) para selos de valor facial diferentes: 584 (Cr$ 1,00) - 584a (Cr$2,00) - 584c (Cr$ 10,00). Mais confuso que o 583 e 584 se referem  ao mesmo selo (diferença de tonalidade).  Inclui D. João VI na série sob o número 677 .



Considerações sobre tipos de fundo e efeito "moiré"

É um efeito ótico, resultando da combinação e interferência de padrões semelhantes, que gera uma imagem distinta. Pode ser um efeito indesejável ou proposital. Nos selos comemorativos do Brasil do Natal de 1971 o artista utilizou o efeito moiré para criar suas obras de arte.



Veja no link a seguir o que ocorre quando deslizamos uma série de circulos concêntricos sobre outro conjunto de circulos concentricos. As linhas "fantasmas" são resultados do efeito moiré.

http://www.mathematik.com/Moire/index.html

Nota-se que os selos da série de fato apresentam efeito moiré para alguns valores. O efeito é melhor percebido para algumas cores e menos para outras.

Note nas imagens a seguir que o primeiro selo tem fundo linhado,  o segundo fundo xadrez grande e o terceiro fundo xadrez pequeno. A diferença é evidente.






Em meu ponto de vista entendo e aceito classificar os diferentes tipos de fundo mas não com um número novo, deveriam ser "variações" do selo tipo (mesmo número de catálogo - com algum diferenciador).

Link para os selos que tenho (faltam alguns): clique aqui

Coleciono esta série como se fosse composta por 29 selos - excluo, sem sombra de dúvidas, o selo de Dom João VI.

Abaixo uma folha elaborada por volta de 1969 por um colecionador desconhecido.

Não contém todos os 29 tipos mencionados.




PS:  Discussion on Argentina Stamp Forum
http://foro.filateliaargentina.org/viewtopic.php?f=23&t=10806