Carta-Postal

Atenção: este artigo pode estar desatualizado.  Consulte o site dos Correios para ver os valores atuais para cartas comerciais e não comerciais.


O envelope em que você envia sua correspondência  diz muito sobre a sua personalidade.

Preparar um envelope para envio de uma carta pode ser uma tarefa agradável, basta ter o conhecimento dos custos do correios (valor do porte), selos postais e boa vontade. 

Voce pode economizar tempo e dinheiro preparando um envelope em sua casa, ao invés de deixar para fazer isso na agência do Correio.

Um envelope bonito tem valor para os colecionadores de selos e dependendo do caso podem valer mais (ou MUITO mais) do que o selo que foi utilizado.

Algumas dicas de como preparar um envelope que possa agradar a quem recebe e que possa ter valor para um colecionador:


Valor do Porte
Cartas comerciais (enviadas por uma empresa) tem um custo maior do que uma carta não comercial (enviada por uma pessoa fisica).
Os valores do porte dependem do peso da carta.

São os seguintes os valores dos portes em Jan/2017, para pessoas fisicas (cartas não comerciais):

Até 20 gramas:   R$ 1,15
mais de 20 gramas até 50 gramas: R$ 1,80
mais de 50 gramas até 100 gramas: R$ 2,40
mais de 100 gramas até 150 gramas: R$ 3,05
mais de 150 gramas até 200 gramas: R$ 3,75


São os seguintes os valores dos portes em Jan/2017, para uso comercial:

Até 20 gramas:   R$ 1,70
mais de 20 gramas até 50 gramas: R$ 2,35
mais de 50 gramas até 100 gramas: R$ 3,25
mais de 100 gramas até 150 gramas: R$ 4,00
mais de 150 gramas até 200 gramas: R$ 4,70
mais de 200 gramas até 250 gramas: R$ 5,40

Voce pode enviar uma carta "registrada" quando deseja acompanhar o andamento da entrega. Este tipo de carta é "rastreável", ou seja, o Correios sabe (ou deveria) onde a carta está em cada momento.

Para registrar um carta o custom fixo, a ser adiconado ao valor do porte, é de R$ 4,30


O Envelope

Existem muitos tipos a venda no mercado. Prefira os de tamanho menor. Algumas vezes voce ultrapassa o peso da carta por 1 grama , aumentando o custo do envio. Eu utilizo envelopes do tamanho C6 (162 x 114 mm) , que são os mais próximos do tamanho de uma foto 10 x 15 cm. 
Prefiro envelopes discretos, na cor cinza pois uma eventual sujeira aparece menos.
Existem envelopes em papel kraft (grosso na cor amarela) que são ruins. Evite estes envelopes pois o peso é maior (custo de envio maior) e torna o envelope sem valor para o colecionador.
Algumas vezes (se o peso não for problema)  coloco um cartão postal velho (muitas empresas dão de brinde) para que o envelope não amasse em sua jornada tortuosa pelos Correios.
Como envio muitas cartas eu compro envelopes em lotes de 100 unidades para diminuir o custo. Claro que pesquiso papelarias que tem o melhor preço.


Tipos de Selos
Os selos mais comuns nas agências dos Correios são os chamados selos "regulares". Os de circulação corrente são os seguintes. Entretanto pode-se usar qualquer selo com valor em Real em suas cartas.
Eu compro os selos antecipadamente, evitando perder tempo nas filas dos Correios. Sempre tenho um "estoque" em casa. Ao chegar na agência posso depositar direto na caixa de envio (tendo certeza que o valor do selos cobrem o peso / porte da carta).

R$ 0,01 (um centavo) - Pipoqueiro
Era usado em cartas sociais. Como existe , desde Março/2012 , um selo próprio para carta social o selo abaixo foi recolhido das agências.

R$ 0,05 (cinco centavos) - Costureira

R$ 0,20 (vinte centavos) - Sapateiro

R$ 0,60 - Barbeiro

R$ 0,85 - Engraxate


R$ 1,00 - Manicure

1º Porte Carta Não Comercial




1º Porte Carta  Comercial

Selo de registro  (somente para uso no Brasil)


Selo de registro + Aviso de Recebimento (somente para uso no Brasil)

 Como seu envelope pode ficar mais atraente (e valioso)

- Caligrafia, procure escrever com uma letra bonita, com tinta preta
- Disposição dos selos: os selos não podem vir colados uns em cima dos outros.
- Carimbo: os carimbos são muito interessantes por indicarem a agência e cidade de envio, bem como  a data do envio. Eu sempre peço para o atendente da agência para carimbar o envelope com cuidado  para mostrar bem claramente o dia do envio.
- Quantidade e variedade de selos: um envelope cheio de selos (iguais ou diferentes entre si) não se torna , necessáriamente, mais interessante ao colecionador. O ideal é  que tenha somente um selo , no exato valor do porte. Um selo adicional (ou até dois) para complementar o valor do porte é aceitável.

Uma outra dica importante: existem selos chamados de "comemorativos". Normalmente são difíceis de serem encontrados na maioria das agências dos Correios. A exceção é o selo de Natal, que a cada ano é emitido pelos Correios e distribuído para um grande número de cidades e agências. Estes selos comemorativos  tem maior interesse para os colecionadores. O problema dos selos comemorativos  é quem eles  vem nos mais diversos valores (são usados mais para envio de cartas internacionais ou nacionais de maiores valores). Procure comprar o selos que tem a indicação "1º Porte Carta Não Comercial". Este selo dá o direito de envio de uma carta não comercial de até 20 gramas. Quando as tarifas dos correios aumentarem eles continuarão permitindo o envio da mesma carta, sem voce pagar mais por isso. Voce pode também usar selos que tem a indicação " 1º Porte Carta Comercial".
Resumindo, estes selos de 1º porte  não perdem o valor.


Exemplo prático

Eu quero enviar, como pessoa fisica, uma carta de 30 gramas dentro do Brasil.
O custo do porte será de R$ 1,80
Podemos usar várias combinações de selos: